15 dicas para viajar com bebês e crianças sem stress e sem esquecer de nada!

Viajar com bebês e crianças é sempre um grande prazer, mas ao mesmo tempo um grande mistério, do que levar, como se preparar e como não se stressar!

Após ser mãe viajar com a minha filha nunca foi um empecilho por ela ser pequena, mas sempre me organizei para não chegar no destino e ficar correndo atrás de um monte de coisa que havia esquecido.

Por isso sempre fazia uma lista com tudo que a pediatra me falava, e ia aos poucos deixando tudo preparado.

Vou colocar aqui para vocês as 15 dicas que sempre me ajudam ao viajar com minha pequena:

  1. Então se prepare para roupas leves, fáceis de usar, que não amassem muito, pois não temos tempo para ficar pensando se está amassada ou feia. Eu sempre calculo em média 3 a 4 roupas por dia quando bebê. Crianças maiores de 4 anos, a gente acostuma ficar com a roupa de piscina, e e usam em média de 2 a 3 trocas por dia. O legal também é deixar tudo separado em necessaires ou saquinhos, como calcinhas/cuecas, paninhos, meias, biquínis, peças pequenas, para até o papai pegar e ajudar, sem precisar sobrar tudo para nós as mães!

  2.  Roupas de piscina: 3 a 4 biquínis + Roupão + toalha para piscina (o hotel costuma fornecer, mas para os bebês eu aconselho uma com capuz uma só dele). Camisetas com proteção e proteção solar são ótimas, pois as crianças odeiam passar protetor. Bebês acima de 6 meses podem usar protetor solar, mas acima de 60+ e não podem ficar expostos ao sol. Coloque chapéu e fique na sombra, tá!

  3. Leve o seu carrinho de bebê, pois você pode deixar no lado de fora do avião, não precisa despachar, e assim que sair do avião ele já está lá te esperando. E vai andar com o bebê para todo o canto e eles cansam. Assim já serve de caminha para eles.

  4. Se for para um Resort, veja se eles tem um berço para já deixar no quarto. Avise que eles providenciam isso.

  5. Para comidinhas veja se eles tem um espaço para esquentar, fazer mamadeiras. Tem lugares que fornecem até as papinhas prontas. Se não fornecer, leve congeladas, ou aquelas da Nestlé prontas (eu fazia e congelava, pois minha filha não gostava da pronta). Tem bebês que já comem arroz com um caldo de feijão e isso também pode pegar fresquinho no restaurante do hotel.

  6. Boias de braço. Aquelas boias de colocar as perninhas são perigosas e podem virar a qualquer momento.

  7. Quando bater a fome do bebê, é necessário sempre ter algumas coisa para distrair antes de ficar desesperada com o choro. Tenha sempre algumas coisinhas para eles comerem, como frutas, leite e suquinhos.

  8. Na mala é importante ter uma toalha mais macia, protetor para o carrinho (caso vaze um xixi ou cocô, ou simplesmente a criança passe mal), algo para cobrir o carrinho caso o bebê durma na praia ou na piscina, para proteger do sol.

  9. Saco para roupa suja para carregar na bolsa isso ajuda com os imprevistos com os bebês (coco, xixi, vômitos e gorfos). E tem também saco de roupa suja para viagem, que você vai colocando toda a roupa da viagem e volta separado da roupa limpa dentro da mala.

  10. Sacos plásticos para jogar a fralda suja do bebê. O cheiro da fralda com cocô em lixos é insuportável. Uma dica que dou é usar aqueles saquinhos de Pet (cachorro). Eles vendem um pacotinho que nem ocupa espaço na bolsa.

    Saquinhos de coco

  11. Remédios. Avise o pediatra que vai viajar para ele passar os remédios certos com dosagem certa para cada idade. Remédio para febre, vômitos, tosse, enjoos, assaduras, e etc… Levamos mas na intenção de não usar. Pois ir para o hospital no meio das férias é muito ruim. E infelizmente é muito comum isso acontecer, pois muda a água, a comida, o clima e as crianças são as primeiras a sentir.

  12. Sempre dar água mineral. O melhor mesmo é chegando lá para comprar, e principalmente para bebês que tomam mamadeira com leite em pó e precisam da água para fazer.

  13. O Nordeste inteiro tem muitos mosquitos devido ao calor. Sempre bom levar para as crianças um repelente. Eu gosto de levar também uma pomada e anti alérgico caso o bebê leve uma picada, pois a minha filha ficava toda irritada com as coceiras da picada. E os remédios para isso costuma amenizar e melhorar bem rapidinho.

  14. Se o destino exige uma viagem de avião, é preciso ter alguns cuidados especiais. A primeira dica é em relação a pressão no ouvido que sentimos durando o pouso e a decolagem. Se estiver com um bebê, pode se programa para dar uma mamadeira durante esses momentos. Se não der certo, tente uma chupeta. O importante é que ele faça movimento de engolir, aliviando a pressão. Com crianças maiores, tenha uma garrafa de água ou suco na bolsa de mão, durante as mudanças de altitude da aeronave. Será difícil manter os filhos quietos durante o voo. Tenha alguns brinquedos á mão. Para crianças maiores um celular ou um tablete pode ser muito úteis.

  15. Fraldas para piscina. Com certeza você vai usar no bebê. E para lá normalmente são muito caras e difícil de achar. Se você não tiver uma carro alugado, ou um lugar com comércio fácil para você comprar, você fica doida atrás!

Se tiverem mais dicas para ajudarmos umas as outras, coloquem aqui nos comentários!

Abraços

Juliana

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: